Beneficiários do Mais Renda, da Ilha de São Luís, recebem capacitação na área da alimentação

Acessar fotos
23/05/2022

O Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), iniciou nesta segunda-feira (23) a capacitação dos 300 beneficiários do Programa Mais Renda, que vão trabalhar nos arraiais oficiais do Estado. Durante os 60 dias de festa, estes microempreendedores da área da alimentação terão a oportunidade de vender seus produtos no maior São João do Brasil.

Para o secretário da Sedes, Paulo Casé Fernandes, a meta é entregar mil kits de equipamentos no Estado, seguindo a determinação do governador Carlos Brandão. “Hoje temos 300 beneficiários no programa Mais Renda, os primeiros a receberem os equipamentos nessa edição aqui na ilha de São Luís. No total, contemplaremos mil inscritos, onde os próximos 700 serão selecionados no interior do Estado. O governador Carlos Brandão, junto da Sedes, busca ampliar o Programa Mais Renda, principalmente nessa fase junina, levando desenvolvimento e renda para essas famílias inclusas no CadÚnico”, ressaltou.

O subsecretário da Sedes, Lívio Corrêa, pontuou sobre a relevância da iniciativa. “O desemprego assolou a sociedade brasileira em face da pandemia. Contudo, nós estamos celebrando essa vitória de poder capacitar e entregar esses equipamentos para essas famílias que tanto precisam. Meus agradecimentos ao governador Carlos Brandão que nos deu essa missão de colaborar com os beneficiários. A meta é causar um impacto financeiro na vida dessas pessoas, promovendo a elas uma autonomia financeira, além de fomentar a economia local”, afirmou.

Para Benedito Pereira, um dos contemplados dessa edição do Programa Mais Renda, a capacitação e o equipamento vieram em boa hora, pois o ajudarão na renda da sua família. “Estou participando do programa Mais Renda, onde eu espero fazer um bom trabalho para conseguir ajudar meus familiares. Só tenho a agradecer por essa oportunidade”, disse.

Sobre o Mais Renda:

O Programa Mais Renda, criado pela Lei nº 10.400, de 29 de dezembro de 2015, consiste em três etapas: a capacitação, o fomento e o acompanhamento técnico e gerencial dos empreendedores. Para participar, o potencial beneficiário deverá obrigatoriamente estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Os selecionados recebem capacitações nas suas áreas de atuação, kits com equipamentos de trabalho e o Auxílio Mais Renda, no valor de R$ 500,00 (aos que receberam seus equipamentos depois do dia 29 de outubro).

O programa já beneficiou mais de 4 mil empreendedores, em 82 municípios do Maranhão.