• Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Banco de Alimentos retoma atividades na semana em que comemora 1 ano de trabalho em prol da segurança alimentar

A segurança alimentar do Maranhão tem tido cada vez mais motivos para comemorar, mesmo em meio à pandemia. Além de proporcionar alimentação de qualidade para quem mais precisa, com a maior rede de restaurantes populares do Brasil, nesta segunda-feira (1º), data em que completa 1 ano de inauguração pelo Governo do Estado, o Banco de Alimentos reabriu para continuar com a redução do desperdício e alimentar centenas de pessoas em situação de vulnerabilidade social. O equipamento é coordenado pela Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes) e faz parte do plano de erradicação da fome no Maranhão. 

Para o secretário da Sedes, Márcio Honaiser, o primeiro ano de atividade do Banco de Alimentos tem muito a comemorar, por ter superado a expectativa das doações.

“Alimentos que seriam desperdiçados estão indo pra mesa das pessoas que mais precisam. Agradecemos aos parceiros do hortifruti e rede de supermercados e outros estabelecimentos, que contribuem com o nosso projeto de proporcionar uma boa alimentação a essas pessoas“, disse o secretário. 

O funcionamento do banco havia sido suspenso por medidas de segurança em função da pandemia. Após mudanças de operacionalização e respeitando as orientações sanitárias, entidades filantrópicas poderão voltar a contar com os alimentos arrecadados que combatem a fome de centenas de pessoas.

Neste primeiro ano, o Banco de Alimentos arrecadou mais de 300 toneladas de alimentos dos 47 parceiros do projeto. Cerca de 10 mil pessoas e 50 instituições foram beneficiadas com a distribuição dos mantimentos. Instalado no Centro de Distribuição de Hortifrutigranjeiros (Ceasa), em São Luís, o equipamento público possui equipe de nutricionistas, técnicos e demais profissionais que fazem a coleta, seleção, processamento e distribuição de alimentos que são captados junto a rede de doadores.

No bairro da Maiobinha, 175 famílias são atendidas com as doações do banco, de acordo com o presidente da União dos Moradores, Normando Simões.

“Estamos muito felizes com a volta das doações, porque estamos passando por um momento muito difícil onde muitas pessoas não tem o que comer. Agora a realidade vai ser diferente, estamos gratos com esse presente”, disse Normando. 

Além de legumes, frutas e verduras, o Banco de Alimentos também seleciona e processa as doações de grãos e cereais, massas frescas, carnes, aves, peixes, leites e derivados, pães e bolos sem recheio e sem cobertura. Os alimentos doados são coletados em locais e dias indicados pelos doadores.

Dona Maricélia, presidente da escola comunitária do Jardim América, agradeceu ao Governo do Estado, em nome das crianças que se alimentam das doações fornecidas pelo Banco de Alimentos. 

“Esse banco só nos trouxe alegrias. Recebemos muitos alimentos em bom estado, principalmente frutas e verduras que são importantes para ajudar na nutrição e na saúde das nossas crianças. Graças a ele, elas tem uma alimentação de qualidade todos os dias”, declarou dona Maricélia.

Contatos

contatos

SEDES

Rua das Gardênias, Quadra 1, n.º 25, Renascença

(Prédio atrás do Office Tower)

São Luís - Maranhão
CEP: 65075-080
(98) 2016 9200

Localização

localização